Após um mês de sua morte, Avicii será enterrado em funeral reservado

O DJ e produtor sueco Avicii, cujo nome real é Tim Bergling, que morreu em abril aos 28 anos, terá um funeral fechado para familiares. Os planos enfim foram anunciados nesta terça-feira (22) pela família do músico.

Comunicado:

“Tem aparecido muitas perguntas sobre o funeral de Tim Bergling, conhecido pelos fãs de música como Avicii. A família confirmou agora que o funeral será privado, com a presença de pessoas próximas ao Tim. Eles pedem gentilmente que a imprensa respeite isso. Nenhuma informação adicional será divulgada”, afirma o comunicado.

O corpo de Avicii foi encontrado em 20 de abril em um quarto de hotel na cidade de Mascate, em Omã, no Oriente Médio.

A causa da morte do DJ ainda não foi confirmada, mas uma mensagem publicada pela família do artista diz que Avicii “era uma alma frágil”, “não podia continuar mais” e “lutava com pensamentos sobre Significado, Vida e Felicidade”, sugerindo que ele tenha cometido suicídio. (Veja abaixo)

“Estocolmo, 26 de abril de 2018.

Nosso amado Tim era um ‘buscador’, uma alma artística frágil buscando respostas para suas questões existenciais.

Uma pessoa super capaz, perfeccionista, que viajava e trabalhava duro , numa velocidade que levou ao cansaço extremo.

Quando ele parou de fazer turnês, ele queria achar um equilíbrio na vida para ser feliz e poder fazer o que ele amava mais – música.

Ele realmente lutava com pensamentos sobre Significado, Vida e Felicidade.

Ele não podia continuar mais.

Ele queria encontrar paz.

Tim não era adaptado para a máquina de negócios em que ele se encontrou; ele era um cara sensível que amava seus fãs mas saiu dos holofotes.

Tim, você vai ser para sempre amado e vamos sentir sua falta.

A pessoa que você era e sua música vão manter sua memória viva. Nós te amamos,

sua família”

SUCESSO

Avicii foi um dos maiores nomes da música eletrônica dos últimos anos. Seu primeiro sucesso nas paradas de eletrônica no mundo foi “Levels”, em 2011. Em 2013, lançou seu álbum de estreia, “True”, com o hit “Wake me up”, maior hit de sua carreira. Em 2015, lançou o álbum “Stories”.

Entre seus outros sucessos estão “Hey brother”, “I could be the one”, “Waiting for love”, “The nights” e “Levels”. Avicii era associado aos subgêneros da música eletrônica de house progressivo, electro house e EDM.

Ele produziu três faixas do disco “Rebel Heart” (2015), de Madonna, e ajudou a compor e produzir “A sky full of stars”, hit do Coldplay do ano anterior.

SAÚDE

De acordo com a revista “The Hollywood Reporter”, Avicii sofria de pancreatite aguda, em parte pelo excesso de bebida alcoólica.

Em 2014, Avicii cancelou todos os compromissos profissionais daquele ano. Seus representantes disseram que o DJ iria descansar em sua casa em Estocolmo, e se recuperar de complicações relacionadas a cirurgias para remover o apêndice e a vesícula biliar, feitas no começo daquele ano.

A notícia levou a comentários sobre a aparência do cantor em redes sociais. Na época, fãs divulgaram fotos em que Avicii aparecia muito magro.

Top
%d blogueiros gostam disto: